A Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP (mv&z) passa a adotar, a partir deste ano, o sistema de publicação sem fascículos, em fluxo contínuo. Com a mudança, haverá apenas um único volume anual com a publicação de novos artigos na medida em que são aprovados e diagramados. 

Seguindo a tendência das publicações científicas, a Revista mv&z já vem publicando seus artigos on-line desde 2018, meio predominante de comunicação de resultados de pesquisas e artigos científicos. Mais recentemente, o periódico passou a publicar exclusivamente em formato digital, cuja vantagem é a possibilidade da publicação em fluxo contínuo.

Silvio Arruda Vasconcellos, editor-chefe da mv&z, frisa que uma das mais importantes tarefas na vida de um profissional é a de divulgar as suas experiências e observações com o emprego do método científico. Por isso, este tipo de publicação promove rapidez e disponibilização das pesquisas com inúmeras vantagens para os usuários.

“O objetivo principal é acelerar o processo de divulgação dos resultados das investigações, experiências e observações e assim contribuir para a sua disponibilidade para leituras e citações”, afirma.

Celeridade e adequação

Com a aplicação em fluxo contínuo, o volume do ano corrente permanecerá aberto (In progress) e, à medida que os artigos forem aceitos e diagramados, serão inseridos na edição. Desta forma, a publicação de artigos será acelerada, aumentando o tempo de exposição do material e dando maior visibilidade à revista e aos trabalhos.

A alteração de sistema visa também atender os requisitos para indexação em grandes bases de dados, além de cumprir outras exigências da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). “Desta forma, mantemos nosso compromisso com a comunidade científica brasileira e internacional”, enfatiza Vasconcellos.