Tomografia e angiotomografia computadorizada post mortem (tcpm e atcpm): revisão de literatura

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Carina Outi Baroni
Bruno Ferrante
Ana Carolina Brandão de Campos Fonseca Pinto

Resumo

A descoberta dos raios-X por Wilhelm Roentgen em 1895 originou o campo da radiologia. O emprego de radiografias para o estudo em cadáveres foi introduzido em 1898 e utilizado durante décadas por patologistas. A virtopsia consiste na utilização de modalidades de imagem, tais como tomografia e angiotomografia computadorizada; ressonância magnética e técnicas minimamente invasivas como método complementar, triagem ou até mesmo substituição de autopsias convencionais. Em Medicina Veterinária, poucos artigos foram publicados a respeito e, portanto, apresenta uma perspectiva de estudos inovadores sobre o tema. Esta revisão de literatura tem por objetivo apresentar o cenário da tomografia e angiotomografia computadorizadas post mortem na Medicina e na Medicina Veterinária, contribuindo para a literatura sobre essa nova modalidade de interação entre o diagnóstico por imagem e a patologia.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Outi BaroniC.; FerranteB.; Brandão de Campos Fonseca PintoA. C. Tomografia e angiotomografia computadorizada post mortem (tcpm e atcpm): revisão de literatura. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP, v. 18, n. 2, p. e37994, 12 dez. 2019.
Seção
ARTIGOS