Deformidade flexural adquirida da articulação metacarpofalangeana esquerda em bezerra: relato de caso

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Caroline Marques da Silva
Piero Henrique Miranda Teodoro

Resumo

Deformidades flexurais congênitas e adquiridas são presenciadas com certa resistência, não sendo tão comuns na rotina clínica em bezerros, evidenciando a relevância de relato quando isso sucede. O objetivo do presente estudo é relatar o caso de uma bezerra com deformidade flexural adquirida da articulação metacarpofalangeana esquerda de origem idiopática, ao qual observou-se no exame físico que o animal não conseguia se locomover normalmente e durante o exame de extensão e flexão, observou-se a rigidez da articulação metacarpofalangeana do lado esquerdo. Diante disso, optou-se pelo tratamento clínico mediante a imobilização do membro acometido com tala de PVC e a aplicação de uma injeção de oxitetraciclina, associada a dexametasona. Após oito dias a tala foi retirada e a bezerra passou a apoiar o membro no chão, locomovendo-se normalmente.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SilvaC. M. da; TeodoroP. H. M. Deformidade flexural adquirida da articulação metacarpofalangeana esquerda em bezerra: relato de caso. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP, v. 19, n. 1, 5 out. 2021.
Seção
PATOLOGIA ANIMAL